Notícias

03jul

Inverno: atenção às doenças de pele

Saiba quais as dermatites que mais aparecem nos meses de frio.

Mais sensível nessa época do ano, a pele pode sofrer de algumas doenças por causa do ressecamento provocado pela menor umidade relativa do ar. Hábitos como tomar banhos quentes e prolongados também podem piorar a situação.

Com o ressecamento, a barreira protetora da epiderme fica danifica, abrindo caminho para inflamações e infecções. Dermatites (atópicas e seborreicas), psoríase e ictiose vulgar são as principais doenças que podem se aproveitar da falta de hidratação da pele.

Enquanto a dermatite seborreica atinge o couro cabeludo, causando a popular caspa, a dermatite atópica atinge principalmente as regiões das dobras de joelhos e cotovelos, provocando pele avermelhada, coceira, prurido e descamação.

A caspa é uma compensação do corpo contra o ressecamento, e, por isso, as glândulas sebáceas da pele produzem mais oleosidade. Para evitá-la, o ideal é lavar o cabelo em temperatura morna e secá-lo, usar xampus especiais e evitar o uso de toucas, gorros e bonés. Para a dermatite atópica, é indicado evitar banhos muito quentes e hidratar a pele com produtos específicos.

Já a psoríase pode ser minimizada com a exposição solar em horários adequados sempre que for possível, além da hidratação e nutrição pele com maior frequência. Para a ictiose vulgar, condição mais rara que resseca a pele ao extremo, cuidados especiais são necessários. Hidratante logo após o banho e diversas vezes ao dia, assim como banhos mais breves em temperatura de até 37 graus, auxiliam no alívio dos sintomas.
 

 

FONTE:
Portal Revista Saúde é Vital

REDAÇÃO:
Prática 
Enviar por email O preenchimento do nome é obrigatório. O preenchimento do email é obrigatório. O preenchimento do nome do destinatário é obrigatório. O preenchimento do email do destinatário é obrigatório.

Obrigado! Seu email foi enviado.

Fechar