Notícias

08nov

Cuidados essenciais com a pele para quem é diabético

Pessoas com diabetes estão mais propensas a sofrer uma série de doenças de pele. Cicatrização lenta, perda de sensibilidade, infecções, dermatites e pé diabético são algumas delas, que além de prejudicar a qualidade de vida do diabético, podem agravar seu estado de saúde.

O diabético também está mais propenso a outros dois problemas de pele: a acantose nigricans, quando as dobras como pescoço e axilas ficam escurecidas, e o vitiligo, quando o próprio organismo ataca as células de pigmentação, causando manchas brancas pelo corpo.

Dentre os impactos para a pele causados pela glicemia alta estão as reações inflamatórias nos vasos sanguíneos, a falta de irrigação nos nervos e o comprometimento do crescimento do tecido celular da pele, que leva a perda de espessura e elasticidade.

Como se prevenir

Examinar constantemente a pele – sobretudo a dos pés – pelo menos uma vez de manhã e outra a noite é um ato fundamental para os diabéticos, uma vez que qualquer pequena lesão, micose ou ferida merece atenção e cuidados. Beber bastante água e usar loções ou cremes hidratantes para o corpo também colaboram na prevenção das dermatites.

Quanto à saúde dos pés, é indicado optar por calçados confortáveis e, antes de calçá-los, deve-se checar qualquer alteração na palmilha que possa machucar.
 

 

Fonte:
Portal Revista Saúde é Vital

Redação:
Prática 
Enviar por email O preenchimento do nome é obrigatório. O preenchimento do email é obrigatório. O preenchimento do nome do destinatário é obrigatório. O preenchimento do email do destinatário é obrigatório.

Obrigado! Seu email foi enviado.

Fechar